segunda-feira, 30 de novembro de 2009

"Tonto" - Xutos & Pontapés

Música do ano do meu Nascimento.

Colecção Xutos & Pontapés

Tenho vindo a fazer uma colecção. Uma colecção diferente e especial.
Logo na primeira saída da colecção, saiu um caderno com todas as letras dos Xutos, uma caixa arquivadora e um CD. E ao longo destes tempos têem vindo a sair CD's que no seu conjunto fazem o famoso "X".
Pessoalmente, digo e afirmo que é difícil de fazer a colecção, pois para os postos de venda são mandados CD's em número muito reduzido.
No entanto, isto faz com que me sinta "especial" e estúpidamente feliz por ter conseguido fazer toda a colecção.
Os Xutos movem gerações.
Os Xutos moveram-me a mim.

domingo, 29 de novembro de 2009

RRV

"Terei, terei mais uma vez a forca
Para enfrentar tudo de novo
"
("Longa se Torna a Espera" )

Emoções.

Eu digo que não são amigos.
São irmãos.

Amizade

"Porquê desafiar-te, se és superior?
Porquê negar-te, se existes dentro de mim?
Porquê ousar ser como tu, se me sobreviverás?
Porquê temer-te se és minha semente?"
(Fernando Ribeiro - Moonspell)

Passado

"O sonho é a chave da vida."

"In the army" - Status Quo

"Is this illusion or reality?"
(In the army" - Status Quo)
Isto é muito mais que um simples sonho.

"Sem Eira nem Beira" - Xutos & Pontapés

Meus amigos, isto é Punk P.U.R.O.

"Há Qualquer Coisa" - Xutos & Pontapés

"Há qualquer coisa que se esconde em ti
Que me seduz e dá cabo de mim"

"Manhã Submersa" - Xutos & Pontapés

"O frio aperta na manhã submersa
entra a neblina com o sol a nascer
contando os passos para se entreter
lá vai ele, ainda a sonhar "
(Manhã Submersa - Xutos & Pontapés)

"Conta-me histórias - Xutos & Pontapés"

"Conta-me histórias daquilo que eu não vi."
(Conta-me histórias - Xutos & Pontapés)

Gary Moore


Hoje apetece-me ouvir Gary Moore.

sábado, 28 de novembro de 2009

"Welcome to the Jungle" - Guns n'Roses

"Welcome to the jungle
We got fun 'n' games
We got everything you want"
("Welcome to the Jungle" - Guns n'Roses)

Rock Life
















Rock is more than music.
Rock is a way of Life.

"Circo de Feras" - Xutos

"Nunca dei um passo que fosse o correcto"

Autografos

Um dia serei eu a sortuda.

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Memories.

Memories.

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

"Psycho Killer" - Talking Heads"

"I'm tense and nervous and I can't relax
I can't sleep, 'cause my bed's on fire
Don't touch me I'm a real live wire."
("Psycho Killer" - Talking Heads")

"Sémen" - Xutos

"Sémen, sémen semente
Um corpo que sái do corpo da gente"

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

"I'm All Right" - Rolling Stones

(Instituto de Odivelas)

"I feel alright I feel alright
I feel alright I feel alright"
("I'm All Right" -Rolling Stones)


Tenho um sonho, e hei-de o conseguir realizar.

Kalú


"Uma vez na tornée calhou-me ficar no mesmo quarto com o Botas e combinámos fazer uma partida ao Tim que estava no quarto ao lado. Eu fui buscar um copo cheio de água e, naquela porreira, fui à varanda, chamei o Tim, calculei bem... e encharquei-o todo, Eu e o Botas ficámos a rir à gargalhada na cara dele.
Quando à noite voltámos ao quarto comecei naquela conversa com o Botas, estilo "Oh Botas, já lavaste os pés?, deixa as botas na casa de banho e fecha a porta!" - era a conversa do custume, porque ningém imagina como cheiram os pés do pessoal ao fim de andar uma semana na estrada sem direito a banho. Deitei-me, e senti um cheiro danado. Até adormecer chamei todos os nomes ao Botas, em pensamento: "Filho da puta, enganou-me, agora tenho que levar com este cheirete..." Na mesma altura, e sem eu saber, estava o Botas a pensar o mesmo de mim. Quando acordei, o cheiro estava mais pestilento que nunca, parecia que estava enfiado no meu nariz... Foi aí que o Tim apareceu de carinha de água ... "Venho buscar as minhas meias..."
Pois é, o gajo para se vingar tinha metido as meias entre a fronha e a almofada.
Umas meias que tinham mais de cinco dias de uso..."


(Kalú, in Conta-me Histórias, Xutos & Pontapés)

Zé Pedro


"Pois foi... Comprámos todos daquelas pistolas de fulminantes, chapéus mexicanos e tambores...
Bem, era uma cena de nem passar pela cabeça. Fartáva-nos d disparar à entrada das povoações e dávamos gritos como se fôssemos fazer um assalto... Um dia estávamos nessa quando ouvimos um comboio, pussemos lenços a tapar a cara e desatámos aos tiros pendurados da janela da carrinha...Mas o comboio apareceu do outro lado. Estávamos mal posicionados!"

(Zé Pedro, in Conta-me Histórias, Xutos & Pontapés.)

Gui


Num fim-de-semana em que houve problemas com as dormidas o Tenrinho ficou sem quarto. O Gui acordou durante a noite para ir à casa de banho e viu-o deitado no chão do corredor a dormir. O Gui ainda estava um bocado b'zana, porque o pessoal tinha passado a noite a beber tequillas-rápidas, então começou numa choradeira que acordou a meia-pensão, por fim levou o Tenrinho para o quarto dele. O Gui bebia, mas ficava sempre muito fresquinho, e logo de manhã fartava-se de falar. A malta só dizia: " Eh pá, oh Gui, aguenta lá lá um bocadinho, ainda não..."

Ele é lixado, um dia veio de Vida Praia de Âncora até Lisboa, 400km, horas e horas de viagem sem se calar...pimba-pimba-pimba e para nos gozar dizia: "Vou-me calar durante o próximo quilómetro", calava-se dois segundos e gritava: "Eeeeeeh acreditaram!"


(Pedro Lopes, in Conta-me Histórias, Xutos & Pontapés.)

Guitarrstas

Como "guitarrista" que sou tenho alguns guitarristas de minha preferência.


  • O meu maior ídolo que me levou a gostar tanto de guitarra foi o Angus Young (AC/DC);




  • Depois Keith Richard é indiscutivel pertencer à lista!



  • Joe Satriani já deu mais que provas que solos é com ele.



  • E para terminar em grande, estes senhores que não necessitam de apresentações


Pensamentos & Opiniões


Parece que já quase ninguém se interessa muito por Música.
Estes novos formatos para ouvir música, como o MP3, têm tirado aos jovens a ideia da essência da Verdadeira Música e o Espírito Musical. Muitos já chegam ao cúmulo de não saber como é fazer música e como é que surgem novas bandas.

Bandas Rock e Alternativas fazem falta.
E mais falta ainda faz estações de Rádio que a divulguem.
Actualmente algumas bandas Nacionais têm conseguido alguma notoriedade, é o caso dos Tornados, Pontos Negros, e os Golpes.

"Nós dois" - Xutos



"Posso-te sorrir no escuro
E pensar que tu nem ves
Posso-te beijar com os olhos
E pensar que tu nem sentes."
(Nós dois)

"Forever Young" - Alphaville

Navios



Reparei que os Xutos se referem inúmeras vezes ao mar e a barcos.
Não sei o porquê.
Um dia saberei.
Quando os conhecer.


"Sozinho na noite
um barco ruma para onde vai.
Uma luz no escuro brilha a direito
ofusca as demais." (Homem do Leme)

"Um homem trabalha
Do outro lado do rio
Com as suas duas maos
Repara o navio." (Negras como a noite)

"O estranho brilho da areia molhada
Mergulho verde nas ondas do mar." (1º de Agosto)

"Fazer-me ao mar, num dia negro
Vou embarcar, num barco grego." (Barcos Gregos)

"E quando eu apanhar finalmente
O barco para a outra margem." (Longa se Torna a Espera)

"Baby I Love You" - Ramones



"Have I ever told you
How good it feels to hold you?
It isn't easy to explain "
("Baby I Love You" - Ramones"

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Rolling Stones & ChickenFoot

Estou num dia "mau", em que me apetece partir tudo.

Literalmente.

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

"Bohemian like you" - Dandy Warhols

"And i'm feeling so bohemian like you
yeh I like you."

...Para quem pensa que eles não cantam:

Zé Pedro é um músico português, guitarrista e o fundador dos Xutos & Pontapés.
O seu nome completo é José Pedro Amaro dos Santos Reis e nasceu a 13 para 14 de Setembro de 1956 na maternidade do Hospital Militar da Estrela, em Lisboa.
Zé Pedro fundou os Xutos , ao colocar um anúncio no jornal: "Baterista e baixista precisam-se para grupo punk". O Zé Pedro é conhecido pela sua enorme alegria em cima do palco e fora dele.
Apesar de ser o guitarrista ritmo da banda, ele é considerado um ícone para o rock português.

Em meados dos anos 90, durante uma pausa dos Xutos, participou em conjunto com o colega de banda, Kalú, na banda de Jorge Palma, Palma’s Gang.



------------------------------------

João Cabeleira é o guitarrista solo dos Xutos & Pontapés desde 1983, quando veio a substituir Francis (até então, guitarrista de solo da banda).
A sua carreira não passou só por esta banda, tendo-se destacado a sua participação nos Vodka Laranja, dos quais foi o fundador.
É hoje em dia, considerado pela crítica, um dos melhores solistas portugueses.
Nascido a 14 de Agosto, pode ser interpretado por muitos como sendo mal-humorado ou pouco sociável, mas na verdade a sua alegria e boa disposição estão sempre presentes, apesar de em palco isso não ser notório, pois prefere dedicar mais da sua atenção à música em si, do que à actuação, sendo uma presença essencial no som dos Xutos e Pontapés.



-------------------------------------------

Kalú nasceu no Porto, 29 de Julho de 1958) é um baterista português que actua na banda de rock Xutos & Pontapés.
Com 12 anos, foi viver para Lisboa.

Mais tarde respondeu a um anúncio de jornal onde pediam um baterista para um banda rock, os Xutos & Pontapés.
Kalu foi baterista também do Palma's Gang, onde contava com Zé Pedro, guitarrista dos Xutos & Pontapés.

"Friends Will be Friends" - Queen

Discos em Vinil










"Wind of Change" - Scorpions

Gostava de ter tido a minha juventude nos anos 80.

Seria divertido poder ver e ouvir as bandas que surgiram nessa altura através do RRV.
Só de imaginar poder ouvir bandas como os Xutos; GNR; Go Graal Blues Band; UHF; Jafumega; Heróis do Mar; Táxi; Radar Kadafi,;Quinta do Bill; Projecto Azul; Mler Ife Dada; a banda do João Cabeleira: THC, ainda no inicio da sua carreira seria fantástico.

Hoje em dia pouca música é feita com o coração, há "música comercial" em excesso.
É altura de mudar isto.

"Arrisca mais uma vez " ("Dá um mergulho" - Xutos)

Ao ouvir esta música dá-me vontade de arriscar.
A letra diz tudo.

Dá um mergulho no mar
Dá um mergulho no mar
Dá um mergulho sem olhar p'ra trás
Dá um salto no ar
para veres do que és capaz

Arrisca mais uma vez
Nem que seja por arriscar
Nunca se tem muito a perder
Da um mergulho no mar

tantas coisas por fazer
E tantas por inventar
Da um mergulho no mar

E tu vais ver
Tu vais jogar
Tu vais perder
Tu vais tentar
Mais uma vez
E tu vais ver
E tu vais rir
Tu vais ganhar

Tens pouco tempo para ser teu
Não esperes nem deixes passar
Essa vontade que quer
Dar um mergulho no mar

Arrisca mais uma vez
Nem que seja por arriscar
Nunca se tem muito a perder
Da um mergulho no mar

tantas coisas por fazer
E tantas por inventar
Da um mergulho no mar

E tu vais ver
Tu vais jogar
Tu vais perder
Tu vais tentar
Mais uma vez
Tu vais jogar
E tu vais ver
E tu vais gostar
Tu vais chorar
E tu vais rir
Da um mergulho no mar

-de chegar o dia
Em que vais querer parar
Ate chegar esse dia
Quero-te ver a saltar

E tu vais ver
Tu vais jogar
Tu vais perder
Tu vais tentar
Mais uma vez
Tu vais jogar
E tu vais ver
E tu vais gostar
Tu vais chorar
E tu vais rir

"Remar, Remar" - Xutos

domingo, 22 de novembro de 2009

"It's Only Rock 'N' Roll" - Rolling Stones

Falar de música para mim é sentir-me no meu Mundo.
Quanto a bandas que eu gosto são inúmeras as que conheço e oiço diariamente e é complicadissimo fazer uma lista das minhas preferências, mas aqui fica um tentativa.

Como é óbvio, para começar, *
  • Xutos & Pontapés -Todas!
  • AC/DC - Todas , aqueles Riff's do Angus Young são (...). Melhor só ao vivo)
  • Led Zepplin - Em especial o albúm Led Zepplin III
  • Rolling Stones - Sympathy for the Devil (aquele Solo dos Keith Richards deixa qualquer um de boca aberta)
  • Guns N'Roses - Sweet Child O'Mine
  • Dandy Warholds - Bohemiam Like You e as do álbum Tales From The Urban Bohemia
  • Talking Heads
  • Beach Boys
  • The Beatles
  • Oasis
  • The Clash - The Prayer (aconselho a visualização do Videoclip)
  • Vicious Five
  • U2
  • Joe Satriani - Ten Words
  • Jorge Palma
  • David Fonseca
  • João Pedro Pais
  • Fiction Plan - Uma banda não muito conhecida mas óptima(o vocalista é filho do Sting).
  • Airbourne
  • Ramones
  • Motörhead

E tantas...tantas outras!

*(Não necessariamente pela ordem que estão)

Concerto AC/DC

"For those about to rock we salute you!" (AC/DC)

"Longa se Torna a Espera" - Xutos

As vezes fecho os olhos e imagino-me a falar com Eles.
Começo a Sentir-me nervosa, com uma alegria enorme, o coração a bater com força.
Imagino as conversas banais que teriamos...como amigos.
Seria um sonho.
Mas depois abro os olhos e vejo que era apenas um Sonho.
De sentimentos positivos passo para,
Desilusão, Frustação, Tristeza.
"Longa se Torna a espera" de os conhecer.

"Hás-de ver" - Xutos & Pontapés

"Não sou gago
Não me falta a vontade
Tu das-me essa liberdade
Mas há coisas difíceis de dizer"
(Hás-de ver - Xutos & Pontapés)

O Sonho é tão grande.
Tão Intenso.
Tão vivo.
O que eu dava por poder estar com eles.

Acústicos

Como verdadeira amante do Rock'n'Roll, tenho a opinião de que este é para ser ouvido Puro e Duro.
Mas, no entanto, as músicas tocadas versão "unplugged" têm outro sabor.
Existe um contacto maior com o público e um som diferente.

Deixo aqui versões que os Xutos tocaram em acústico:




Dream On - Aerosmith


"Dream On, Dream On, Dream On
Dream until the dream come true
Sing with me, sing for the year
Sing for the laugh, sing for the tears
Sing with me, if it's just for today
Maybe tomorrow, the good lord will take you away, yeah "

(Aerosmith - Dream On)

sábado, 21 de novembro de 2009

"Sweet dreams" - Eurythmics

(Eu, com 3 anos)


Comecei a ter os primeiros contactos com uma disciplina de Educação Musical, pelos meus 10 anos.
Não gostava.
No início era uma disciplina teórica (bem, também podíamos tocar ferrinhos!).
E para piorar estava sempre a "embirrar" com o Professor.
Lembro-me que no meu 5º ano, no 1º Período tive 3 (escala de 0 a 5).
Entretanto começou a vir a parte mais prática e aos poucos lá fui deixando de estar com má cara para o Professor e comecei-me a entregar à Música.
Nos 2º e 3º Períodos tive 5. Tal como no meu 6º ano.


Seguindo no tempo, entrei no Instituto de Odivelas.
Tinham-me informado que se escolhe-se a opção Musical me iria calhar "na rifa" uma Professora afamada de ser muito rígida.
Não me importei.
E lá fui com mais umas 15 raparigas para Música.
No dois anos seguintes 8º e 9º anos éramos apenas 4 na disciplina(o resto desistiu).
Nesses três anos consegui, uma vez mais, alcançar nota máxima.


Adorava Música.
Demos bastantes aulas teóricas.
Lembro-me de ter sido eu a apresentar os Blues e o Rock'n'Roll.
E foi aí que este me surgiu na vida de uma forma mais directa.
Mais tarde, apresentei um trabalho inteiramente sobre os Xutos & Pontapés.
Foi aí que comecei a ficar fascinada pelo mundo da Música.


Para além da opção de Música, tive ainda aulas de Viola(apartir do 8º ano).
Bem...nas primeiras aulas era tocar "corda-a-corda", e como não achei piada nenhuma aquilo, faltei um Período inteiro, até que "ou ia...ou nunca mais lá metia os pés".
E lá comecei a ir, para mal dos meus dedos que bem que me doíam no final das aulas.
Aprendi os acordes básicos, o ritmo foi encaixado naturalmente.

Sempre quis mais.
Mais músicas.
Novos acordes.
Novos sons.

No fim desse mesmo ano em que comecei a ter viola quem dava as aulas era eu. Sem grandes exibicionismos.
Levava as letras das músicas e os acordes e metia a malta a tocar comigo.


Sentia-me bem.
Sentia-me no meu mundo.



E, foi assim que a Música surgiu na minha vida.
Até hoje.

Passados (re)lembrados


Tal como muito já o disseram, "cresci a ouvir Xutos".
Lembro-me de ouvir o "Não sou o único" ainda eu era uma pirallha que mal sabia o que era música.
Já com os meus 3/4 anos andava por aí a cantá-la (apesar de o canto nunca ter sido,de longe, o meu forte).
Não fazia a mínima ideia quem eram as pessoas que interpretavam a música.
Não fazia ideia como se gravava um albúm.
E sabia lá eu o que era Rock'n'Roll!
O que importava é que gostava da música e para (in)felicidade dos meus pais eu andava por aí a canta-la.
Foi assim que os Xutos surgiram na minha vida.
De uma forma Forte, mas incosciente e inocente.

Mensagem de Boas Vindas

Bem Vindos.

Quero primeiramente informar que este não é um espaço sobre a banda, mas sim sobre algo que mais tarde se irão aperceber.
Apesar da grande vontade de fazer um blog sobre tal, teria de recuar no tempo 30 anos.
30 anos de sofrimentos, de alegrias, de tristezas, muitos e muitos acordes, muitas mudanças, muitas vitórias e algumas derrotas, muitos cheiros e paisagens.
Apenas acompanho os Xutos há sensivelmente 16 anos e não seria justo e correcto ser eu a fazê-lo.

O meu nome é Inês,
e Eu "apenas" tenho um sonho.

Um Grande Sonho.